Porquê usar a energia solar para aquecer a minha casa quando posso usar apenas uma Bomba de Calor?

As habitações portuguesas são de massa pesada, estruturalmente, e portanto uma presença contínua de calor solar, gratuito e de baixo grau, manterá o interior a uma temperatura constantemente agradável, e a mobília sem humidade. Se o calor for intermitente (aquecendo apenas um pouco durante a manhã e outro pouco á noite), a temperatura interior demora umas horas a aquecer, de cada vez que o sistema é ligado.

A bomba de calor será usada para aumentar a temperatura interior durante a noite. Mesmo assim estimamos que, em 25% do período anual de aquecimento ambiente, a energia solar é suficiente por si só, sem se precisar de usar a bomba de calor.

Porque preciso de aquecer a minha piscina?

O tamanho máximo da área dos coletores solares é baseada em 40% da área da piscina. O calor em excesso gerado pelos coletores solares, no período em que o aquecimento ambiente é desnecessário, é então utilizado na obtenção de uma temperatura confortável da água da piscina.

Mesmo que o ‘NetGreen Heat’ seja instalado com um Chiller de Adsorção, para proporcionar refrigeração à casa durante o Verão, a piscina seria em todo o caso aquecida pelo calor rejeitado pelo chiller.

Este sistema foi suficientemente testado?

O nosso protótipo funciona bem hámais de dois anos. A instalação foi atualizada de modo a optimizar as suas condições de funcionamento.

Sistemas adicionais foram instalados desde então, que monitorizamos constantemente. A cada nova instalação integramos melhorias no próprio design.

Quando o nosso sistema de monitorização e controlo incorporados for lançado, o objetivo será exponencializar as condições de funcionamento da bomba de calor de modo a reduzir mais ainda os custos associados.

Qualquer atualização aos designs prévios que reduza os custos de funcionamento será sempre oferecida aos nossos clientes.

Como é que a água aquecida pelo Sol pode ser usada na produção de água fria para arrefecimento?

Parece paradoxal, mas é um processo que foi comprovado pela primeira vez em 1878, quando Augustin Mouchot demonstrou a produção de cubos de gelo usando um Chiller de Adsorção a energia solar.

Como num circuito de refrigeração, o refrigerante muda a sua forma física de líquido para gás e vice versa. De cada vez que o refrigerante muda de estado, este absorve e expele energia térmica. Mas quando chegamos à fase de condensação (de gás para líquido) a sua temperatura é de tal maneira reduzida que é considerada fria...

Neste caso o refrigerante é também água, sendo portanto não-poluente em comparação com o equivalente usado nos sistemas de refrigeração tradicionais (que é produzido em massa e nocivo para o ozono).

How Adsorption Chiller interfaces with NetGreen Heat Interface do Chiller de Adsorção

O chiller de adsorção tem quatro compartimentos internos, dois dos quais contendo gel de sílica. A água aquecida pelo Sol é usada para evaporar o refrigerante através do gel de sílica, poroso e absorvente, ao mesmo tempo que é pressurizada para o compartimento superior. Outro circuito de água (o circuito de condensação usado para aquecer a piscina) condensa o refrigerante (que gera a baixa temperatura), que é então usado para saturar o gel de sílica mais uma vez... E assim se repete, em operação alternada semi-contínua.

Por não haver muitas partes mecânicas em movimento, o chiller pode chegar a durar 30 anos com muito pouca manutenção.

Posso renovar o sistema de aquecimento central sem destruir a minha casa no processo?

Supondo que o atual sistema de tubos de distribuição foi corretamente dimensionado, é um mero processo de substituição dos radiadores por ventiloconvectores. A alimentação elétrica é puxada da tomada mais próxima.

O aquecimento no subsolo é ainda mais fácil pois o trabalho de alteração da tubagem estaria limitado à sala da caldeira já existente.

Em ambos os casos a caldeira e qualquer cilindro de água quente já instalado seriam reutilizados, recorrendo a uma estratégia que minimizasse o uso da caldeira (esta serviria efetivamente de reserva).

É normal que os sistemas inovadores apresentem muitos problemas, que deixem de funcionar ou que não se encontre apoio técnico.

Nós vemos os nossos atuais clientes como futuro clientes dos sistemas eco-inovativos que viremos a desenvolver. Isto requer que mantenhamos contacto regular com toda a nossa base de clientes.

O sistema de controlo incorporado que estamos a desenvolver neste momento, e cujo lançamento está planeado para o Outono de 2012, monitorizará os vários parâmetros do sistema. Qualquer parâmetro que registe valores fora do espectro normal de funcionamento produzirá num aviso por email e SMS.

Se o sistema tiver uma conexão de rede podemos inclusive monitorizar nós o sistema, enviando uma equipa de apoio técnico a casa do cliente quando necessário.